quarta-feira, 12 de julho de 2017

Design do futuro - Bzalo Woodcraft

Este post faz parte de uma competição de blogs acerca de Design, organizado por CGTrader - Designing for the future: trends we need to consider now -
Fui convidada a escrever um post sobre design do futuro, uma reflexão sobre como penso ser o futuro do design, podendo escolher eu a área a divulgar. Na minha opinião, o futuro deve ir rebuscar um pouco as origens, tornar-se mais ecológico, procurar se preocupar com o planeta, as pessoas, a saúde, a natureza. Essa preocupação deveria ser incutida desde a escola, com as crianças, para que possamos sequer ter um futuro.

Lembrei-me então que tenho um amigo muito especial, o Vasco Silva, que tem agora o seu próprio negócio e que, para mim, é a imagem de como deve ser o design do futuro.

Bzalo Woodcraft

Bzalo Woodcraft nasceu da mistura de duas paixões. O prazer de trabalhar a madeira de uma forma manual e a paixão pelo surf.
As pranchas de Surf convencionais usam materiais tóxicos que não são biodegradáveis, têm uma vida média de 2 a 3 anos e podem demorar cerca de 500 anos a decompor.
As pranchas em madeira apareceram nos anos 30, desapareceram nos anos 60 devido ao aparecimento do poliuretano e da facilidade que havia em Shapar (dar forma) às pranchas. Hoje por motivos de consciência ambiental as pranchas de madeira estão a voltar e a fazer de novo algum impacto na comunidade do surf. Aos poucos é necessário ir trabalhando para consciencializar cada vez mais pessoas para esta causa. As pranchas que Bzalo Woodcraft constrói são 99% biodegradáveis, usam resinas não tóxicas feitas à base de plantas e podem durar uma vida inteira. No início não tinham meios para construir pranchas de surf então o Vasco foi começando pelas handplanes para bodysurf, um desporto em crescimento em Portugal. Com pouco mais do que um pedaço de madeira na mão e umas barbatanas a diversão é garantida. As famosas carreirinhas têm agora uma nova dimensão.
Logo de seguida e sempre na mesma onda veio a ideia de começar a fazer skates, umas longboards e uns cruisers para complementar todo esse cheiro a mar. O objecto perfeito para curtir aqueles fins de tarde na praia.
A ideia é em breve ter condições para expandir toda esta boa onda a muito mais gente criando workshops em que quem estiver interessado pode ir fazer a sua própria prancha de surf, skate ou hanplane.

Isto é o futuro!








This blog post is a part of Design Blogger Competition organized by CGTrader - Designing for the future: trends we need to consider now -
I was invited to write a post about designing for the future, a reflection on what I think the future of design will be, entering a blogger's competition and I coul choose the area to talk about. In my opinion, the future must go in the direction of returning a little to the origins, becoming more ecological, worrying about the planet, people, health, nature. This concern should be instilled from school with the children so that we can even have a future.

Then I remembered that I have a very special friend, Vasco Silva, who now has his own business and who, for me, is the image of what the future design should look like.

Bzalo Woodcraft

Bzalo Woodcraft was born of the mixture of two passions. The pleasure of working the wood in a manual way and the passion for surfing.
Conventional surfboards use toxic materials that are not biodegradable, have an average life span of 2 to 3 years and can take up to 500 years to decompose.
Wood planks appeared in the 1930s, disappeared in the 1960s due to the appearance of polyurethane and the ease of Shapar (forming) the planks. Today, for reasons of environmental awareness, the wooden boards are coming back and again making some impact on the surf community. Gradually it is necessary to work to raise awareness of more people for this cause. The boards that Bzalo Woodcraft builds are 99% biodegradable, use non-toxic, plant-based resins and can last a lifetime. In the beginning they didn't have the means to build surfboards then Vasco began by the hand planes for body surf, a sport in growth in Portugal. With little more than a piece of wood in the hand and a few fins the fun is guaranteed. The famous "carreirinhas" now have a new dimension.
Soon after and always on the same wave, came the idea of ​​starting to make skateboards, long boards and cruisers to complement all that sea smell. The perfect object to enjoy those late afternoon at the beach.
The idea is to soon be able to expand all this good wave to many more people, creating workshops in which anyone who is interested can go make their own surfboard, skateboard or hanplane

This is the future!


8 comentários:

  1. É na incapacidade que surge a novidade. Ainda bem que o fez, são incríveis e mais a mais trás de volta o sentimento de zelo pelo ambiente que o planeta e nós tanto agradecemos.

    ResponderEliminar
  2. É mesmo o futuro!
    As pranchas são bem bonitas! :)

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Que trabalho excepcional adoro os desenhos
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Hello
    Really interesting post!
    Love the world of surfing!
    xx
    http://helenamybeauty.over-blog.com/2017/07/les-astuces-de-beaute-des-japonaises-the-japanese-women-beauty-tips.html

    ResponderEliminar